No início dos anos 60 ocorreram dois marcos importantes no comércio bi-lateral: a assinatura dos primeiros protocolos da ALALC (Associação Latino-Americana de Livre Comércio), que reduzia impostos e fomentou relações comerciais no Cone Sul, além da concessão recíproca de habilitações à transportadoras rodoviárias terrestres, que propiciou uma nova alternativa de transporte, deflagrando a pavimentação e modernização das rodovias. Novamente a Tito teve papel nesse intercâmbio, articulando acordos operacionais e viabilizando negócios.

 
Voltar Continuar